Velhos hábitos: como mudá-los?

29/12/2016 02:33

Para poder avaliar nossos hábitos e revisá-los, devemos, em primeiro lugar, ter consciência deles, saber quais são eles. E isso só é possível se os anotarmos, à medida que vão ocorrendo

 

Velhos hábitos: como mudá-los?   Artigos Cursos CPT

 

Para poder avaliar nossos hábitos e revisá-los, devemos, em primeiro lugar, ter consciência deles, saber quais são eles. E isso só é possível se os anotarmos, à medida que vão ocorrendo. Segundo Hélvio Tadeu Cury Prazeres, professor do Curso a Distância CPT Gestão de Pessoas na Pequena Empresa - Parte 2, em Livro+DVD e Curso Online, "Procure registrar por escrito, pelo menos dez dias seguidos, tudo o que você faz no trabalho, lazer, repouso e higiene. Questione o que é desnecessário, improdutivo, prejudicial. Verifique o que você pode eliminar, substituir, modificar ou melhorar. Analise cuidadosamente seus hábitos de trabalho: como você se organiza, como você dispõe de seus recursos, como você toma decisões, como você dirige, como você delega, como você se comunica, como você controla". Pense nos benefícios que um novo hábito lhe trará e planeje passo a passo sua mudança. Depois de avaliar seus hábitos e atitudes, você deve efetivamente planejar sua mudança: saber o que mudar e como mudar.

1º Passo para mudar de hábitos: comemore sua decisão


A mudança de hábito merece comemoração. Saia mais cedo do escritório na sexta-feira para tomar um chope com os amigos, ou compre um quadro novo caso você tenha gosto pela pintura, ou convide sua mulher para um jantar especial. Enfim, recompense-se pelo tanto que conseguiu. Haverá momentos em que você terá recaídas, deixará de praticar seus novos hábitos. Mas é importante insistir. É somente através da perseverança que você poderá incorporar um novo hábito no seu dia a dia. E deve fazer isso de forma organizada, sistemática e persistente.

2º Passo para mudar de hábitos: motive-se


Ninguém muda seus hábitos da noite para o dia. Você deve não apenas estar disposto a investir tempo e energia no seu novo hábito, mas principalmente pensar nos benefícios que essa mudança lhe trará, já que ninguém muda seus hábitos sem estar motivado. Só há mudança de hábito se houver motivação para a mudança. Se sentir necessidade de mudança.

3º Passo para mudar de hábitos: pense nos benefícios


Você sabe, por exemplo, que o hábito de fumar faz mal. Pode ter lido vários livros sobre o tabagismo e saber que o fumo predispõe doenças cardiorrespiratórias. No entanto, se você não estiver motivado a parar de fumar, você vai continuar fumando. Agora, se você sentir necessidade de proteger sua saúde, muito provavelmente você deixará de fumar. Enfim, é importante pensarmos sempre nos benefícios de uma mudança: o que realmente ganharemos mudando determinados hábitos.

4º Passo para mudar de hábitos: elimine as repetições


Hábitos basicamente são adquiridos pela repetição. Foi assim que você adquiriu seus hábitos atuais e é parando de repetir que você poderá mudar. Para isso, você pode lançar mão de alguns expedientes práticos, fáceis e geralmente eficazes.

5º Passo para mudar de hábitos: crie expectativas


Para reforçar a prática de um novo hábito, experimente contar às pessoas que você está mudando. Fale com seu chefe, sua secretária, seus colegas. Crie uma expectativa nas pessoas em torno do seu novo hábito. Assim, você estará automaticamente criando uma forma de pressão social e de cobrança.

6º Passo para mudar de hábitos: crie um check list


Para verificar até que ponto você está adotando novos hábitos, faça uma lista dos hábitos, das atitudes e das práticas que você quer desenvolver e reveja esta lista periodicamente. A função do check-list é lembrá-lo das novas práticas a que você mesmo se propôs e de fazê-lo refletir criticamente sobre os prejuízos de não praticar determinados hábitos. O check-list representa também uma forma de cobrança que você fará a si mesmo.

7º Passo para mudar de hábitos: saia da rotina


Para tomar consciência da importância de um novo hábito, tente sair de seus velhos esquemas e dos padrões de comportamento atuais. Por exemplo, se você costuma primeiro tomar o café da manhã para depois tomar banho, por que não inverter esta rotina, tomando primeiro o banho para depois tomar o seu café da manhã? Quando alteramos de forma radical alguma velha rotina nós acabamos ficando mais despertos, aguçados e atentos para novas coisas, novos hábitos. As velhas rotinas e os velhos hábitos nos tornam geralmente semiconscientes, semiadormecidos.

Conheça os Cursos a Distância CPT, em Livros+DVDs e Cursos Online, da área Gestão Empresarial.
Por Silvana Teixeira.

—————

Voltar