Criação de minhocas para a produção de húmus em pequenas propriedades!!!!!

09/10/2015 09:14

As minhocas são capazes de reciclar resíduos orgânicos, dando origem ao húmus, excelente fertilizante orgânico que pode ser usado na lavoura, em pequenas propriedades, ou comercializado


 

CPT - Centro de Produções Técnicas

Você já ouviu falar em minhocultura ou vermicompostagem? Para aqueles não familiarizados com os termos, aí vai a explicação: minhocultura ou vermicompostagem nada mais é que o processo de reciclagem de resíduos orgânicos por meio de criação de minhocas em minhocários. Trata-se de uma prática politicamente correta, pois oferece importante alternativa para resolver economicamente e ambientalmente os problemas dos dejetos orgânicos, como o lixo domiciliar. Da reciclagem dos resíduos orgânicos, por sua vez, surge o húmus, excelente fertilizante orgânico pra ser usado na lavoura.

Entre as vantagens oferecidas pela minhocultura destacam-se:

- Capacidade de produzir grande quantidade de biomassa de minhocas, que pode ser utilizada na complementação da alimentação animal.
- Usar as minhocas como iscas na pesca esportiva.
- Vender as minhocas como matrizes para produtores que desejam entrar no ramo.
- Serem consumidas na alimentação humana, devido ao seu elevado teor de proteínas.
- Serem vendidas para a indústria farmacêutica para a produção de medicamentos.

Mas, como iniciar uma criação de minhocas para a produção de húmus? O processo é simples, embora haja necessidade de seguir algumas orientações. São elas:

Mãos cheias de minhocas

Da reciclagem dos resíduos orgânicos surge o húmus, excelente fertilizante orgânico pra ser usado na lavoura.

1- Escolher a minhoca

Para implantar a minhocultura em pequenas propriedades, em primeiro lugar, é necessário escolher a espécie de minhoca a ser utilizada. No Brasil, comercialmente existem duas espécies:
- Eisenia foetida, também conhecida como vermelha-da-califórnia; e
- Eudrilus eugeniae, noturna africana ou minhoca do esterco.

Veja qual delas é mais fácil de ser encontrada em sua região.

2- Aprender tudo sobre as técnicas utilizadas na criação

- Sombra e sol
O minhocário deve ser instalado na pequena propriedade de preferência em locais parcialmente sombreados. Apesar da necessidade de sombra, é bom esclarecer que também há necessidade de boa insolação para que o processo de compostagem se realize.

- Terreno
O minhocário deve ser construído em terrenos elevados, com pouca declividade, para facilitar a construção dos canteiros e os sistemas de drenagem.

- Água e matéria-prima
A disponibilidade de matéria-prima e de água limpa e abundante no local, principalmente em períodos de seca, quando é mais necessária para a irrigação dos canteiros, é fundamental para a implantação do minhocário.

minhocário

A vermicompostagem ou minhocultura é que o processo de reciclagem de resíduos orgânicos por meio de criação de minhocas em minhocários.

3- Tipos de criatórios

Existem três tipos de criatórios a serem escolhidos pelo produtor. São eles:

- Caixas de madeira ou tonéis de 200 litros. Se tonéis, estes deverão ser cortados longitudinalmente, com furos na parte inferior.

- Canteiros de blocos, tijolos, madeira ou bambu, normalmente com 1 metro de largura por 0,30 a 0,40 cm de altura e o comprimento desejado. O piso do canteiro poderá ser cimentado ou de terra batida.

- Sistema de montes com o piso em terra batida ou cimentado.

4- Sistema de manejo do minhocário

- Quantidade de minhocas
Sugere-se, para iniciar a criação, 1 litro que equivale a aproximadamente 1.500 minhocas/m2.

- Alimentação
Para um bom desenvolvimento do minhocário, fornecer matéria-prima suficientemente rica para a alimentação das minhocas.

- Ambiente
O minhocário deve proporcionar um ambiente adequado para o bom desenvolvimento e reprodução das minhocas.

- Monitoramentos
O produtor deverá estar atento, monitorando e mantendo a temperatura entre 20 e 25°C. A umidade também deverá ser checada. O ideal é que ela se mantenha dentro da faixa de 70 a 85%. Assim como a temperatura e a umidade, é desejável que o pH do minhocário seja de 7.

- Solo
Monitorar a aeração e drenagem do solo, que não deve ser compactado, nem encharcado.

- Cuidados especiais
O criador deverá preencher os canteiros com diferentes fontes de matérias-primas. Em seguida, deverá cobri-los com folhas de bananeira ou restos de capina. Esta medida se faz necessária uma vez que se precisa manter a umidade e proteger contra incidência direta da luz solar. Outros fatores importantes que devem ser levados em consideração, para não por a perder todo o investimento, são a necessidade de se dificultar a fuga das minhocas e protegê-las de seus inimigos naturais (galinhas, sanguessugas, pássaros e formigas lava-pés).

minhocas em minhocário

Para implantar a minhocultura em pequenas propriedades, em primeiro lugar, é necessário escolher a espécie de minhoca a ser utilizada.

5- Separação das Minhocas

A separação das minhocas do húmus pode ser feita de três formas:
- Manual: diretamente sobre o canteiro.
- Iscas: colocar sacos de ráfia cheios de esterco sobre o canteiro. Isto atrairá as minhocas, permitindo separá-las do húmus.
- Peneira: separar o húmus das minhocas por meio de peneiramento.


6- Comercialização

Após a sua produção, o tempo de armazenamento do fungo é de seis meses, sob pena de perder os nutrientes se armazenado por mais tempo. Os produtores que não quiserem usá-lo em sua propriedade, poderá vendê-lo como adubo orgânico.

7- Fontes de matéria-prima

As minhocas pedem por alimentação balanceada, rica em nitrogênio, fibras e carboidratos. Entra a lista toda matéria orgânica de origem animal e vegetal semicurada e livre de fermentação. Quanto mais rica for a matéria-prima, mais sucesso econômico terá o produtor. Como fontes de matéria-prima, citam-se: estercos de boi, cavalo e coelho; restos de culturas, por exemplo leguminosas, já que fixam nitrogênio; palha; folhas e cascas de frutas; resíduos agroindustriais (bagaço de cana), lixo domiciliar, lodo de esgoto.

Por Silvana Teixeira.
Fonte: Embrapa Agrobiologia.

 

CPT - Centro de Produções Técnicas

—————

Voltar