Como evitar a degradação do solo.

22/01/2017 20:13

Para que a degradação do solo não ocorra, além do seu planejamento ocupacional, algumas medidas preventivas são necessárias, visando ao seu uso sustentável e racional.

 

Os principais fatores que geram a degradação ou depauperação do solo estão relacionados com a ocupação do solo

 

Os principais fatores que geram a degradação ou depauperação do solo estão relacionados com a ocupação do solo de forma não planejada e não sustentável. Como resultado, o solo apresenta desiquilíbrio nutricional, compactação e pulverização, queda da atividade biológia e diminuição dos níveis de matéria orgânica, acidificação, salinização, perda da estrutura e diminuição da permeabilidade. Isso faz com que o solo torne-se pobre, sem vida, onde as plantas têm dificuldade se desenvolver, interferindo diretamente em sua capacidade de produção.

Para que a degradação do solo não ocorra, além do seu planejamento ocupacional, algumas medidas preventivas são necessárias, visando sempre ao seu uso de forma sustentável e racional. Tais medidas são adaptadas a cada tipo de solo, clima e vegetação local, conforme a capacidade produtiva do solo. Tudo isso com o principal objetivo de diminuir os impactos provocados por atividades nele desenvolvidas.

Inúmeras são as medidas de conservação do solo para prevenir a sua depauperação, podendo apresentar caráter vegetativo, edáfico e mecânico. Além disso, o governo, junto a algumas entidades, deve promover inúmeros trabalhos de conscientização ambiental, enfatizando o quão importantes são os recursos naturais e a sua preservação, tendo em vista a sustentabilidade.

Medidas de caráter vegetativo:

→ Fazer o reflorestamento de áreas degradadas;
→ Promover o uso racional de pastagens;
→ Promover o uso de plantas de cobertura;
→ Plantar culturas em faixas;
→ Fazer consórcio de culturas;
→ Fazer cordões de vegetação permanente;
→ Alternar as capinas;
→ Usar quebra-ventos.

PRECISANDO FAZER O CADASTRO AMBIENTAL RURAL SAIBA COMO AQUI!!!!!!!!!!!!!!!!!

  


Medidas de caráter edáfico (relativo ao solo):

→ Manejar o solo conforme sua capacidade;
→ Promover a preservação da vegetação natural;
→ Fazer adubação verde/adubação orgânica;
→ Não plantar em terrenos muito inclinados e instáveis;
→ Evitar o uso excessivo de adubação química;
→ Fazer o controle de focos de incêndio;
→ Fazer a calagem do solo.

Medidas de caráter mecânico:

→Distribuir de forma racional os caminhos na lavoura;
→Fazer o preparo do solo antes do plantio;
→Fazer o plantio em contorno (curva de nível);
→Fazer sulcos e camalhões em pastagens;
→Fazer canais divergentes;
→Fazer canais escoadouros;
→Facilitar o trânsito de máquinas (inclinação suave nos lados da cultura).

Por Andréa Oliveira.

Fontes: Brasil Escola, Ebah e Wikipédia.

 

—————

Voltar